A Teia

Página

A Teia Neuronial é uma proposta de espaço virtual para a reflexão de temas que venham a convergir no sentido de ampliar a restrita visão antropocêntrica e buscar uma cosmovisão, com a perspectiva universalista de que todos os habitantes do cosmos estão imersos numa mesma teia inexorável.

A “teia neuronial” é o conjunto de neurônios e paraneurônios, formando sinapses e parassinapses multidimensionais que agregam as mentes de autores e leitores, com suas reflexões, compreensões, elucubrações, discordâncias e críticas.

O foco do site está explicitado em seu subtítulo: Antropologia, Ficção Científica, Cultura e Sociedade.

Com a Antropologia, exploramos as implicações da diversidade humana na busca de um perspectiva humanista, trans-humanista, para-humanista e pós-humanista. Questões étnico-culturais, relações raciais, gênero e sexualidade e tudo o que levanta o problema do preconceito no âmbito antropológico aparecem por aqui.

Na Ficção Científica procuramos extrapolar o humanismo, enfatizando as histórias sobre vida alienígena e inteligência artificial, levando às últimas consequências a problemática da diversidade consciencial, com a figura do Homo sapiens alienus representando a diversificação máxima, ressoando a filosofia IDIC do universo de Jornada nas Estrelas, que significa Infinite Diversity in Infinite Combinations (Infinita Diversidade em Infinitas Combinações).

Histórico

A primeira versão da Teia foi uma página no MSN Spaces, chamada Teia Mentalsomática, que foi rebatizada depois como Teia Neuronial. Era uma página pessoal de Thiago Leite, e já tinha em forma embrionária a fórmula que viria a desenvolver  posteriormente.

Como as possibilidades de layout eram limitadas e o endereço era horrível (http://www.msnspaces.com/teia), a Teia migrou para o UOL Blog (http://thiagoleite.zip.net), onde continuou como Teia Neuronial e teve um layout mais personalizado. O endereço era fácil de memorizar.

Mas o UOL Blog tem recursos muito limitados, muito desatualizado quanto aos mais modernos recursos internéticos, e de difícil manuseio. Portanto, a Teia mudou novamente, desta vez para o WordPress. Os recursos e a acessibilidade eram muito bons, mas ainda era impossível personalizar o layout.

5 comentários sobre “A Teia

  1. Graças à racionalidade, ao bom senso, ao conhecimento e a insaciável curiosidade humana, hoje estamos mais perto da verdade do que da mentira e a mitologia de um passado soterrado pela poeira do tempo…
    Pois o ateu lúcido seria o universo se tornando consciente. Tentando conhecer e compreender a si mesmo…
    Sendo responsável pela sua evolução. Decidindo o futuro da sua própria espécie… E não deixando que o medo, a dúvida ou o instinto lhe pregue peças, onde transformaria o irreal em alguma realidade virtual…

    • Olá, Raissa. Seja bem-vinda.

      Neuronial não é um neologismo, na verdade é um termo em desuso, que vem sendo substituído por neuronal.

      Quando batizei o blog com esse nome, vinha-me à mente um verso de Augusto dos Anjos, "minha brônzea trama neuronial". Na época eu não sabia que o termo mais moderno é neuronal.

      Obrigado, abraço e volte sempre.

  2. Só agora, depois de mais de um ano visitando, percebi que o site é teia "neuronial". Sempre pensei que fosse "Teia Neural", que me parece muito mais simples, sonoro e fácil de lembrar. Enfim, se por acaso for expandir ou simplesmente mudar o nome, considere esse último.

    Parabéns pelo site.

Deixe uma resposta