Caixa de sugestões

Página

Estimado leitor,

Agradecemos imensamente quaisquer contribuições à Teia Neuronial, seja em forma de sugestão de tema para um texto, seja quanto ao seu layout e design ou até mesmo sobre a linha editorial.

Sugestões de textos

Se você gostaria que escrevêssemos um ensaio sobre um tema específico de sua preferência, acolheremos quaisquer sugestões e tentaremos transformá-las em textos.

Se você quer que desenvolvamos mais algum tema já tratado antes neste blog, sinta-se à vontade. Há muita coisa que gostaríamos de escrever sobre muitos dos temas que já abordamos, mas, sabendo o que os leitores querem, fica melhor para nós tomarmos uma decisão.

Você pode inserir sua sugestão nos comentários abaixo ou nos enviar um e-mail (o endereço está abaixo).

Críticas

Se você tem alguma crítica ao blog, se você quer apontar algum aspecto positivo que deveria ser melhor aproveitado, se você quiser desabafar qualquer coisa sobre oa Teia Neuronial (ou não), use o espaço de comentários abaixo ou envie-nos um e-mail.

Agradecemos pela visita e pelos comentários. Volte sempre.

Abraço.

thiagoleite arroba teianeuronial ponto com

15 comentários sobre “Caixa de sugestões

  1. Benjamin Bee

    Uma boa parte de minha vida é usada para fuçar a internet em busca de discussões e teses sobre " as relações entre a homossexualidade, a religião judaico-cristã e a ciência". Logicamente também circulo pela periferia do tema. E já vi muita coisa.

    Encontrei este seu blog por acaso. Foi uma gradável e feliz surprêsa. Gostei muito mesmo, tanto que estou aqui metendo o bedelho. Parabéns!

    Vou amar se você tiver interesse na minha sugestão. Acho até que poderia especificar ainda mais minha sugestão. A origem da homofobia, ao meu ver está na interpretação de Levítico 18:22 e Levítico 20:13.

    Li seus posts sobre homossexualidade (até fiz uma intervenção no último deles), e achei tudo muito bem abordado. E, como entendo que o tema é assunto corrente e com razão, já que é de importância extrema nas transformações necessárias e urgentes do mundo atual, estou certo de que você há de contribuir para agregar um bom valor às discussões.

    Então… até breve, e mesmo que você não acate minha sugestão voltarei sempre. Você já está entre os meus favoritos.

    Benjamin

  2. Obrigado, @Benjamin Bee.

    Sobre a origem da homofobia, não penso que seja tão simples atribuí-la a dois versículos do Velho Testamento.

    Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; abominação é; [Lv 18:22]

    Quando também um homem se deitar com outro homem, como com mulher, ambos fizeram abominação; certamente morrerão; o seu sangue será sobre eles. [Lv 20:13]

    Esse texto pode ser a expressão dos valores do povo que o escreveu. Há muitas sociedades que são homofóbicas, e deve haver vários motivos para elas serem assim. Um deles pode ser o econômico. Afinal, em grupos humanos que vivem em situação populacional precária, a homossexualidade pode vir a ser abominada pelo fato de não contribuir para gerar novos indivíduos.

    Seria interessante uma pesquisa histórico-sociológica para buscar a origem da homofobia ocidental. Quem sabe eu escreva algo mais extenso sobre isso…

    Obrigado pelas sugestões. 🙂

  3. Benjamin Bee

    Pelo que eu pude perceber dessa sua cabeça prodigiosa, e de tudo o que vi na internet desse Brasil, você é a pessoa mais indicada para fazer essa análise. Não quero deixá-lo encurralado, mas parece que seu destino é que escolheu esse beco sem saida… :))

    Por favor, faça essa análise e autorize-me a divulgá-la. Vai ser um freje geral.

  4. Roseana da Penha Oli

    Thiago, amei seu blog, apesar de ser a primeira vez que acesso, contudo serei assídua, daqui para a frente. Sou professora de Língua Inglesa e Ensino Religioso em uma Escola Estadual e minha constante preocupação é tentar esclarecer meus alunos sobre o que eles gostam de assistir. trabalho muito a questão ambiental e gostei de saber que vc tbm se preocupa mto com isto. Quero sugestões suas de filmes que posso trabalhar, leciono de 4a. a 8a. do Ensino Fundamental. Meu tempo é pouco para preparar e vc é bastante explícito em seus comentários. Valeu! Sugiro que vc continue escrevendo sobre assuntos que os adolescentes gostam vai nos ajudar mto. Enviarei comentários, se forem proveitosos para vc. Abraços e mto obrigada! Teacher Roseana.

  5. Muito bem-vinda, @Roseana!

    É sempre bom saber o que instiga os leitores. Eu me interesso muito em buscar sugestões de obras para crianças, sejam filmes ou livros, pois penso que uma boa formação educacional passa pela seleção de conteúdos que promovam a reflexão e não somente o estímulo das sensações e emoções.

    Um filme muito interessante sobre meio ambiente para crianças é WALL-E, da Pixar, sobre o qual até escrevi uma resenha.

    Vou tentar postar mais sobre temas e filmes que instiguem as crianças, até porque sou um fã de bons filmes infantis.

    Muito obrigado pela visita. Seus comentário serão sempre bem-vindos. 🙂

  6. Que tal publicar o meu artigo O surgimento da vida terrestre por “Evolução Cósmica” era INEVITÁVEL

    Já que as colisões, explosões e o “vento estelar” espalham a massa das Estrelas pelo Cosmo; devido às condições existentes no passado do nosso Universo; e pelo mecanismo do Acaso se somar com a Necessidade e a Mudança; a vida teria fatalmente que surgir! Até porque há todo um mecanismo no sentido da vida florescer em algum lugar. E a “evolução cósmica" parde dos ciclos da natureza.

    A vida biológica nada mais é do que uma “Reprodução Cósmica” onde a “Astrobiologia” faz com que os Elementos químicos das estrelas se juntem, aprenda captar energia e evoluam…
    Biologicamente falando, quando um número astronômico de eventos se soma, o que antes era difícil, mas não impossível, terminaria acontecendo pela acumulação gradativa dos mecanismos que a mudança, junto com a necessidade, o acaso e a probabilidade reúnem e põem para funcionar…
    A vida pode ser criada em “laboratórios”, desde que se tenha toda eternidade para fazer experimentos e um “tubo de ensaio” tão grande quanto o Universo.

    O Universo é como uma descomunal e eterna “Loteria Cósmica”, onde sextilhões de planetas tentam sem descanso ganhar o “Prêmio” de a vida passar do químico para o biológico…
    Embora a maioria dos “apostadores” possua uma combinação errada dos “números”, isto é, dos fatores necessários para que a vida consiga saltar do químico para o biológico.
    Como a descomunal, incansável e variada “Loteria Cósmica” trabalha em blocos, por toda a eternidade, e realiza infinitas combinações; mesmo o “Premio” não saindo com facilidade (como acontece na Mega Sena), e sendo necessários bilhões de anos de apostas ininterruptas com diferentes combinações para que em algum lugar a vida possa surgir…
    Graças aos “berçários cósmicos”, a Panspemia, a Mudança e a reunião dos fatores que possibilitam a vida se tornar operacional. Em alguma época ou lugar do vasto Universo, BINGO!
    Algum planeta (que já havia ganhou estímulos) é contemplado com o “Premio acumulado”, pois a VIDA não surge por algum MILAGRE divino, mas sim, pela EVOLUÇÂO CÓSMICA.

    Entre os infindáveis Cosmos, com sextilhões de planetas que estão apostando, e inúmeros que teriam condições favoráveis à vida, nós tivemos sorte de que a sortuda Terra tenha ganhado o prêmio de receber a vida, e que consiga não só manter a vida, como estimular que a vida evolua.
    Os humanos atuais são o maior “Prêmio” já entregue pelos: Multiversos, os Universos Oscilantes, os Universos Bolhas, o Grande Rebote e a Inflação Caótica…
    Como alguns cometas têm CH4 (metano), amônia (NH3), água (H2O), e na Terra os Genes são formados pelo arranjo de apenas 04 nucleotídeos (A, T, G e C); as reações que resultaram em metano, alcoóis e açucares mais complexo acabaram criando a “Sopa da Vida’”.

    A experiência “Tanpopo mission”, que expôs micróbios ao espaço em placas colocadas no exterior da ISS, simulando a viagem desses micróbios pelo espaço, provou que a vida terrestre pode ter se desenvolvido de “sementes” vindas do Cosmo, onde algum “Espermatozóide Cósmico” atravessou o Universo e “fecundou” a Terra, como se a mesma fosse um imenso óvulo…

Deixe uma resposta